by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 11.04.09 às 00:04link do post | favorito

(Amanhã) Domingo celebra-se o dia da ressurreição do Senhor a tradição do norte do país dita que se leve em compasso a Boa Nova de casa em casa. O passar dos anos e consequente aumento da população leva a que as comunidades multipliquem os grupos de folareiros para que o anúncio chegue a todos. O desdobramento de equipas de leigos leva a que algumas vezes se perca a essência deste folclore religioso, transformando-o por vezes num foleiro acto mecânico que nem sempre cumpre o essencial da Visita Pascal, reduzindo-a a uma oração que soa a artificial e um saudação mecânica que fica aquém das expectativas. Algumas atitudes chegam a ser encaradas pelos fiéis como um abuso (dependendo da tradição) enquanto um procura o envelope, o outro troca as amêndoas “deixa as fracas e leva as boas”.

A Visita Pascal é uma tradição muito nobre, e o abrir a porta a Cristo ressuscitado excede muitas vezes o objectivo religioso, estimula a criação de empatia social, fomenta a reconciliação de vizinhos ou familiares desavindos, enaltece o ego daqueles que andam desencaminhados e que ao não quererem fazer má figura acabam por recuperar auto-estima.

 

tags:

teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO