by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 16.08.12 às 07:11link do post | favorito

Na praia é assim reina a democracia, são as Francesas com os seus enormes biquínis, as Alemãs a querem ver-se livres deles, e as Portuguesas que aderiram em massa à moda das Italianas e preferem os cavados, sempre enfiados, na linha que separa tudo isto encontramos alguns machos que continuam a preferir as esplanadas e as minis deixando assim a areia menos poluída, entretanto os miúdos continuam a divertir-se com o que mais interessa na praia: areia, sol e mar...

Agora resta besuntar as curvas com o creme de cenoura, espetar com os phones nos ouvidos dedilhar pelo iPod à procura do ultimo êxito do Tony Carreira, e esperar que passe um garoto qualquer mais atrevido e que nos deixe salpicados de areia qual panado acabadinho de fritar, o pretexto perfeito para (des)armar barraca e ir dar um bom mergulho, isto é ir molhar os pés, que mesmo com bandeira verde por aqui a água é fresquíssima e as ondas metem medo.

De volta à toalha é tempo de mordiscar uma maçã (qual macintosh qual quê: starking espanhola e ainda com a etiqueta, para dar mais style), até parecia mal trazer uns croquetes para a praia, mas até já ia...

Não há areal que se preze onde não apareçam os vendedores ambulantes, um marroquino carregado de produtos das melhores e mais caras marcas de renome, e como sempre cheio de faro para o negócio aborda um casal de Francius que a falar um português impec dizem que aquilo não lhes serve: «ando de Panamera num bou comprar disso» diz ele, «e o original Versace é verde e castanho queu bi em paris» queixa-se ela enchendo o peito de ar para realçar a caixa torácica, mais à frente o magrebino lamenta não ter os tais iPhone de 150 paus mas «ficaru retidos em Valência…», e há propostas para todos os gostos: «Bolacha Americana, a língua da Sogra... Ai Sogrinha!» apregoa um, «chora que a mãe dá» grita o das pipocas, por aqui só faltam (tipo) as bolas de Berlim, mas não fazem falta, não estivesse-mos nós numa praia do “noarte” e isso é coisa de alfacinhas que gostam de (tipo) se intoxicar…, o desfile continua, passa uma cigana carregada de cabides e larga mais um piropo: «ó jeitoza! querez'um bestido?», nisto o marroquino volta à carga e consegue sacar aos esquisitos 60 broas, uns óculos de sol para ele e uma mala para ela, afinal "as cores até cumbinam bem". Na debandada a alemã ainda fica à espera do pôr-do-sol e diverte-se na sua arte burlesca de esconder pouco aquilo que parece desejosa por mostrar, a esquisita chique trocou o saco preto do PingoDoce pela Versace, e o esquisito ainda não conseguiu pôr o Renault 19 a trabalhar, deve ter vindo com o carro do jardineiro e deixou o Porsche na garagem, só para disfarçar... Claro!

Na praia é assim reina a democracia.

Praia de Aver-o-Mar, Povoa de Varzim 

Praia de Aver-o-Mar, Povoa de Varzim


Maria Araújo a 16 de Agosto de 2012 às 16:01
Ri-me deste seu post e, ao observar as fotos, pareceu-me que conhecia o ambiente da praia.
Sim, conheço. Não costumo ir para A-Ver-o-Mar, mas estive lá, na praia , a semana passada.
E confirmo o que aqui escreveu.
Gostei.

Cumprimentos

teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO