by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 20.11.12 às 21:02link do post | favorito

Como um feitiço o texto deste livro inunda a nossa imaginação com a sua fantasia, a cada parágrafo chegam novas ilusões que nos prendem como que por magia a guerras de outros mundos.

Um texto fascinante, empregando de um encantamento tal, que nos vicia ao ponto de chegarmos à leitura compulsiva, a sua ficção é descrita de forma tão real que pode levar ao engano, e não é imaginação, a realidade é que este livro não é um romance histórico, mesmo.


O Mago - Mestre, Raymond E. Feist


«O odor da floresta, carregado, adocicado e capitoso, foi oprimido pelos vestígios de aromas da ceia da noite anterior, e pelo cheiro a pão fresco a sair do forno para a refeição daquela manhã. Os pássaros noctívagos cantarolavam, enquanto os pássaros diurnos davam início aos chilreiros que antecediam a aurora, e o sol preparava-se para nascer a oriente. Tomas sentia o toque de ar fresco na pele desnudada como uma carícia, sentindo-se mais completo e tranquilo como nunca antes se sentira na sua jovem vida.»

in «O Mago – Mestre» de Raymond E. Feist

tags:

teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO