by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 11.08.13 às 23:05link do post | favorito

Viajando por caminhos que Deus nunca andou e o Diabo só obrigado, Saramago leva-nos à descoberta do seu Alentejo, desfiando o tempo dos Mau-Tempo através de gerações desde o inicio do século XX até aos anos da revolução, nunca perdendo lucidez e fiel aos contextos históricos, sempre tão distante, sempre tão actual, divagando na mais puritana liberdade deste e daquele, e, nunca esquecendo aqueloutro aspecto, presenteia-nos com uma rica descrição da miséria da vida de então, porque afinal de pobres reza esta história. Tivesse por vezes dó do singelo leitor este narrador armado em mago, que o é, pelo menos da prosa, e nos libertaria assim do cárcere que nos prende a atenção e não nos deixa respirar enquanto não se acaba com mais um capítulo, já que os parágrafos, esses, também fazem jus às searas do latifúndio, que nascem verdes e harmoniosas, crescem embaladas pelo sol, dão vida quando os homens as deitam abaixo na ceifa, e que embora não pareça têm sempre um fim.

José Saramago - Levantado do Chão


«Dizem os do sul, São ratinhos, são ratos, vêm aqui para roer o nosso pão. Dizem os do norte, Temos fome. Dizem os do sul, Também nós, mas não queremos sujeitar-nos a esta miséria, se aceitarem trabalhar por esse jornal, ficamos nós sem ganhar. Dizem os do norte, A culpa é vossa, não sejais soberbos, aceitai o que o patrão oferece, antes menos que coisa nenhuma, e haverá trabalho para todos, porque sois poucos e nós vimos ajudar. Dizem os do sul, É um engano, querem enganar-nos a todos, nós não temos que consentir neste salário, juntem-se a nós e o patrão terá de pagar melhor jorna a toda a gente. Dizem os do norte, Cada um sabe de si e Deus de todos, não queremos alianças, viemos de longe, não podemos ficar aqui em guerras com o patrão, queremos trabalhar. Dizem os do sul, Aqui não trabalham. Dizem os do norte, Trabalhamos. Dizem os do sul, Esta terra é nossa. Dizem os do norte, Mas não a querem fabricar. Dizem os do sul, Por este salário, não. Dizem os do norte, Nós aceitamos o salário»

in Levantado do Chão de José Saramago

tags:

teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO