by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 24.12.09 às 19:53link do post | favorito

Natal é sinónimo de paz alegria, coisas boas etc., mas isso são as balelas do costume, porque hoje em dia o sinónimo que melhor combina com Natal é presentes. O forte apelo ao consumismo verificado nesta época do ano leva as pessoas a deturparem os valores desta quadra e até a esquecer o verdadeiro motivo da celebração. A troca de presentes transformou o Natal num produto de marketing do capitalismo, o sucesso desta receita leva a que ela seja impingida noutras celebrações anuais como o Dia dos Namorados, Dia do Pai e até o Dia da Mãe mudou de data para não estar tão próximo do Natal.

 

Numa sociedade em que valores materiais falsamente idolatrados e artificialmente apreciados provocam uma sensação de bem estar aparente e temporária, que se esfuma no decorrer do tempo e tem tendência a envenenar e criar uma dependência doentia, o investimento a longo prazo na família e na amizade é aquele que dá maiores garantias de futuro e onde se poderão colher os melhores frutos. Contundo no actual modelo de sociedade competitiva é cada vez mais difícil manter uma personalidade com base nos valores morais nas boas relações interpessoais e na partilha descomprometida, pelo que a defesa dos valores da família e da amizade deve prevalecer e sobrepor-se á competitividade desenfreada do capitalismo. É cada vez mais difícil encontrar alguém a que se possa desejar um Santo Natal.

 

Este NATAL não esperes por nada,… vai fazer!

FELIZ NATAL


teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO