by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 25.04.10 às 17:22link do post | favorito

0 discurso do PR (hoje) nas comemorações do 25 de Abril foi severamente critico á revolução e ás politicas ditas de esquerda que se lhe seguiram, se não vejam-se as referencias e leiam-se nas entrelinhas:

Mar, quis este também recordar que antes da revolução a nação era uma potência da construção naval com grandes e possantes estaleiros, que agora desapareceram completamente, e as pescas, Oh! meu Deus, melhor é nem sequer falar…

Riqueza Imerecida, um dos maiores objectivos da revolução seria terminar com as desigualdades sociais e criar mais justiça social, ora o que se vê hoje em dia é um crescendo de casos em que os prémios atributos a gestores de empresas com participação do estado (e até em situação de ou quase de monopólio), são desavergonhadamente casos de jackpot euromilionario sem talão nem ter de acertar nos números, e sem mérito.

O Grande Porto e Norte, todos sabemos que o norte assistiu impávido e quase sereno á revolução sulista, e é inquestionável a força de vontade determinação e trabalho destas gentes do norte, o Porto é inquestionavelmente a capital económica do país e o norte o grande motor produtivo e económico, no Marquês de Pombal em Lisboa foi emitida mais uma factura para o Norte pagar a partir de 1 de Julho (“a ber bamos!?”). E tudo isto e sem qualquer divagação futebolística do género club do sistema (regime).

 

Falta á classe política a vontade para atirar com os preconceitos para trás das costas, arregaçar as mangas por as mãos na “merda” e trabalhar para erguer a economia desta nossa pátria, se for preciso impressionar uns quantos e mostrar irreverência que se mude até de novo o nome da ponte para Salazar.


teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO