by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 10.03.09 às 19:08link do post | favorito

«A verdadeira divindade do homem branco é o metal redondo e o papel forte a que ele chama dinheiro. […] O Papalagui adora o metal redondo e o papel forte, gosta de encher a barriga com uma serie de líquidos provenientes de frutos mortos, e com carne de porco, boi e outros horríveis animais, mas acima de tudo gosta de uma coisa que não pode agarrar e que no entanto existe: tempo. Leva-o muito a sério e conta toda a espécie de tolices acerca dele. Embora não possa haver mais tempo do que o que medeia do nascer ao pôr-do-sol, isso para o Papalagui nunca é importante.» (in O Papalagui) 

Um século volvido e estas palavras de Tuiavii descrevendo o Papalagui (homem branco, Europeu) do início do século xx continuam actuais, dinheiro á frente de tudo, comer bem e beber melhor, e reina ainda entre nós a velha máxima de que se pode trabalhar (viver) 24 horas por dia e fazer horas extra á noite.

tags:

teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO