by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 11.05.10 às 23:26link do post | favorito

O Papa chegou a Portugal, neste pacífico jardim á beira-mar plantado o Sumo Pontífice conta com a hospitalidade de um povo ordeiro e recatado.

Numa jogada de antecipação Bento XVI, ainda antes de aterrar em Lisboa, referiu-se mais uma vez á polémica crise que abala os alicerces da Igreja, palavras que tentam ajustar a orientação “politica” que a Santa Sé tem seguido em relação aos horrendos casos de pedofilia. Mesmo depois de ultrapassada “triste” fase do encobrimento e retractação dos crimes, a Cúria Romana continua a cometer o grave erro de não distinguir a “justiça dos homens” da “justiça de Deus”.

Sem querer entrar em comparações entre este Papa e o seu predecessor, até porque os seus estilos são muito distintos, o carácter populista de João Paulo II foi o que segurou a Igreja no final do século passado, e o eminente politico Cardeal Joseph Ratzinger foi o seu muito hábil e inteligente braço direito, contudo uma coisa é certa:

nem sempre um bom “número dois” será um bom “número um”.

Santo Padre - Joseph Ratzinger

A Igreja Católica Apostólica Romana instituição milenar dominada por homens, sempre foi avessa á mudança, nos dias que correm não basta que a instituição se modernize “materialmente”, é imperioso mudar as mentalidades das suas cúpulas e acabar com os pensamentos retrógradas que estão a empurrar a religião Católica para a estagnação, ou melhor para a degradação, a Igreja são os seus fieis e esses estão a desaparecer. Num mundo dominado pela economia global a Igreja Católica tem vindo dia a dia a perder terreno para a “concorrência”, com especial relevo para seitas religiosas que nem sempre orientam “as suas ovelhas como bons pastores”. A Igreja tem cada vez menos influencia na sociedade e é notória a sua falta de capacidade em cativar os leigos pela fé e pela via espiritual, é imprescindível que esta não censure os seus sacerdotes, e vá ao encontro dos anseios e preocupações do “seu povo”.

vale a pena pensar nisto

tags:

teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO