by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 16.03.09 às 18:41link do post | favorito

A terra das portas está ás portas de comemorar mais um aniversário de elevação a cidade, com uma indústria bem enlatada, que também é líder em engarrafamento (de líquidos), esta gente empreendedora vive na inoxidável harmonia de quem com a mestria de um tanoeiro constrói da mais pequena cuba ao maior dos silos.

Á mesa esquecem o gosto requintado dos bons queijos que produzem e deliciam-se com iguarias como os colesterolicos rojões de ressô, ou as extra-saturadas iscas em molho de cebolada, sempre regadas com um ilegal americano tinto produtor directo que ninguém produz mas todos bebem.

Em poucas décadas o fértil vale (quase) abandonou a agricultura e floresceu de industria, passando de terra de emigrantes a foco de imigrantes, transformando a pacata urbe de feiras aos 9 e 23 de cada mês, na Suíça Portuguesa um melting pot semi-mundano com a maior taxa horeca (bares, cafés, etc.) da região.

Das encostas donde os artistas canastreiros quase desapareceram despontam agora discretamente outros vultos, com a sua arte expressam o saber e experiencia desta gente orgulhosamente apelidada de serrana (os xarranos).

 

Assinado: o Migrante.


teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO