by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 16.08.10 às 21:32link do post | favorito

Se (hipoteticamente) o filme Contraluz fosse 100% português

seria assim:

 

Joaquim de Almeida viveria na Foz do Porto,

o seu carro seria um Mercedes,

o GPS funcionava com certeza…

O restaurante do pequeno-almoço teria um cachecol do FCP pendurado.

Os miúdos ladrões andariam de Civic,

e roubariam o carro e não o GPS

 

A miúda não poderia ser repreendida pela banalidade de usar telemóvel nas aulas,

assim esse móbil cairia por terra,

teríamos de ir buscar outro argumento mais rebuscado como por exemplo:

um terço e uma passagem por Fátima??!

O carro delas: Fiat Uno

 

O miúdo estaria internado no Sobral Cid

e mesmo com os portões escancarados não fugia

 

O “desocupado com guito” usaria um iPhone

e andaria numa pick-up xpto

 

O miúdo podia apanhar boleia num tractor

conduzido por um velho gordo, desdentado, e mal amanhado

a contar anedotas do tio alentejano…

 

A cena final seria algures nas paisagens fantásticas do vale do Zêzere,

e a Helena teria de ser trocada por uma

“Anatola Svanovska” emigrante ucraniana,

a actriz (Evelina Pereira) podia ser a mesma.


Evelina Pereira no papel de Helena, em Contraluz

 

 

 

 

 

 

 

Banda sonora? a mesma claro, “Tela” dos Santos e Pecadores.

Se (hipoteticamente) o filme Contraluz fosse 100% português seria assim:

 

Joaquim de Almeida viveria na Foz do Porto,

o seu carro seria um Mercedes,

o GPS funcionava com certeza…

O restaurante do pequeno-almoço teria um cachecol do FCP pendurado.

Os miúdos ladrões andariam de Civic,

e roubariam o carro e não o GPS

 

A miúda não poderia ser repreendida pela banalidade de usar telemóvel nas aulas,

assim esse móbil cairia por terra,

teríamos de ir buscar outro argumento mais rebuscado como por exemplo:

um terço e uma passagem por Fátima??!

O carro delas: Fiat Uno

 

O miúdo estaria internado no Sobral Cid

e mesmo com os portões escancarados não fugia

 

O “desocupado com guito” usaria um iPhone

e andaria numa pick-up xpto

 

O miúdo podia apanhar boleia num tractor

conduzido por um velho gordo, desdentado, e mal amanhado

a contar anedotas do tio alentejano…

 

A cena final seria algures nas paisagens fantásticas do vale do Zêzere,

e a Helena teria de ser trocada por uma “Anatola Svanovska” emigrante ucraniana.

 

Banda sonora? a mesma claro, “Tela” dos Santos e Pecadores


teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO