by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 18.03.10 às 20:46link do post | favorito

«A prorrogação consiste em manter permanentemente o processo na sua fase inicial. Para isso é necessário que o acusado e o seu auxiliar, em especial este ultimo, se mantenham em permanente contacto com a justiça. Repito, para se alcançar uma prorrogação não é necessário um dispêndio de forças tão grande como para se obter uma absolvição aparente, mas é preciso ter-se uma atenção muito maior. Não se pode tirar os olhos do processo; é necessário ir regularmente ter com o juiz que nos interessa e, acima de tudo, procurar mantê-lo, por todos os meios, bem-disposto connosco. Se não se conhecer pessoalmente o juiz, torna-se necessário procurar juízes conhecidos para exercerem sobre ela a sua influência; no entanto, isso não significa que se deva desistir dos contactos directos. Se neste aspecto não houver qualquer negligência, pode-se ter quase a certeza absoluta de que o processo não ultrapassa a sua primeira fase. Na verdade, o processo não termina mas o réu fica quase tão ao abrigo de uma condenação como se estivesse em liberdade. A prorrogação possui, em relação á absolvição aparente a vantagem de tornar menos incerto o futuro do acusado; este fica livre do susto de uma prisão repentina e não tem de recear, precisamente na altura em que as circunstancias lhe são tão desfavoráveis, ser obrigado a tomar a seu cargo as canseiras e as aflições que a obtenção da absolvição aparente implica.»

in O Processo, Franz Kafka

 

para quem o tempo abunda e não faltam recursos arrastar é a solução

 OLIVEIRA E COSTA vai a julgamento

No caso BPN vai ser

certinho e direitinho


xiba-te
by Hellder Pinho, em 03.03.10 às 00:09link do post | favorito

Estamos todos num mesmo barco,

                         em mar tempestuoso,

                                e devemos uns aos outros uma terrível lealdade.

Chesheston


xiba-te
by Hellder Pinho, em 12.01.10 às 00:28link do post | favorito

Mestres em enrolar clientes os advogados continuam a seguir á risca os ancestrais métodos da sua classe, no O Processo de Kafka, K. o personagem principal no final de uma conversa com o advogado faz este juízo de valor do mesmo:

o advogado do diabo 

«O advogado tinha um reportório inesgotável de conversas destas e semelhantes. Repetia-as em todas visitas. Nunca deixava de se referir a progressos mas jamais podia informar qual o género deles.»

in O Processo, Franz Kafka

 


xiba-te
by Hellder Pinho, em 22.12.09 às 21:01link do post | favorito

Coincidências, podem existir:

      Sócrates esteve hoje no parlamento

      O advogado de Vara pediu hoje a revogação das medidas de coacção.

 

 

estaria José Sócrates a falar com Armando Vara ao telefone?


«-Esqueci-me de lhe perguntar que espécie de absolvição deseja. Há três modalidades: a absolvição real, a absolvição aparente e a prorrogação. A absolvição real é a melhor; simplesmente, não tenho a menor influência nesse género de solução. Estou até convencido de que ninguém a tem. Neste caso, o factor decisivo é, provavelmente, a influência do acusado. Ora como o senhor está inocente, ser-lhe ia realmente possível confiar unicamente na sua inculpabilidade. Nesse caso não tem necessidade do meu auxílio nem do de ninguém.»

in O Processo, Franz Kafka


xiba-te
by Hellder Pinho, em 02.12.09 às 00:16link do post | favorito

10.000 euros dá para comprar muitas caixas de robalos…

…e algumas varas de porcos.

 


xiba-te
by Hellder Pinho, em 24.11.09 às 00:26link do post | favorito

Decorrem em Espinho as jornadas parlamentares do partido da laranja, nem de propósito a poucos quilómetros de Ovar, pelo que podia até ser estimulante efectuarem uma visita de estudo á região.

Descendo a EN109 a partir de Espinho a seguir ao hiper das meninas vem Cortegaça e poderiam começar por aí as visitas ás empresas de um dos maiores fornecedores públicos o sucateiro de Ovar. E como há alguns anos atrás o partido da laranja também esteve no governo, sugiro terminem com um café na discreta praia do Furadouro, só para matar eventuais saudades de alguns

NOTA: Foto do Furadouro meramente ilustrativa, nesta altura do ano o mar está bem mais alterado, mas não fazia mal a alguns políticos …


xiba-te
by Hellder Pinho, em 23.11.09 às 00:21link do post | favorito

Por mais que se fuja, muitas das conversas de café da actualidade vão parar ao tema do momento, a cadeia de subornos gerada pelo sucateiro de Ovar. E esta tem levado às mais diversas especulações (umas mais verosímeis que outras), a última relata que Godinho já teria encomendado os cabazes de natal ofertas para as ricas prendas este ano, sendo que agora os vendedores dos mesmos andam agora de cabeça á roda já que agora não encontram escoamento para o produto, visto tratarem-se de 30 (nem mais nem menos) automóveis topo de gama (como se não bastasse) de uma conhecida marca alemã.

 

mercedes


xiba-te
by Hellder Pinho, em 18.11.09 às 00:10link do post | favorito

ontem 19:15 numa conhecida superfície comercial de Ovar

 

tocou o telemóvel, pelo nome no ecrã deduzi logo o assunto,

e antes de carregar no verde afastei-me para a zona dos plasmas

para que o som ambiente abafasse a conversa de ouvidos indiscretos…

 

logo no inicio da conversa gelei

quando me lembrei de que estava numa zona geográfica de escutas

 

vindo de quem vinha não podia eu recusar o pedido que me fazia


mais difícil (para mim) foi explicar que desta vez (até) o fazia de borla

(como o nome do shopping onde estava)

 

saí do shopping e imaginei-me logo rodeado por judites

mas não vi por ali nenhuma carrinha de aspecto manhoso

a roulotte das bifanas (até) estava fechada

e a única anormalidade que vi foram duas garinas

(deficientes mentais) a entrarem numa viatura

que se encontrava estacionada num local

rodeado por linhas amarelas

e com uma cadeira de rodas pintada á mesma cor

 

amanhã vou ter contigo fazer a cobrança


teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO