by Hellder 'Lage' de Pinho
xiba-te
by Hellder Pinho, em 21.04.16 às 11:40link do post | favorito

Uma viagem de mil quilómetros começa com um simples passo.

E o primeiro passo deste transporte foi dado quando fomos contactados no final do ano passado por um cliente invulgar, a JSD, para fazermos um Transporte Solidário, o objetivo seria entregar um camião de donativos num campo de refugiados. Desde o primeiro momento agarramos a causa e mantivemos a nossa determinação em executar o serviço.

E assim no inicio de Abril começamos a receber os primeiros donativos, por carrinha uns, por camião outros, mas sempre cheios de boa vontade.

Camião / Transportes Alvaro Figueiredo

A 8 de Abril carregamos o camião, e escutamos as palavras de agradecimento dos promotores da iniciativa, cheios de orgulho por trabalhar numa Empresa, que consegue ajudar, quando hoje em dia é tão difícil fazê-lo.

Foi brindado pelo sol, nas tréguas de um dia chuvoso, que o nosso samaritano partiu dos Transportes Alvaro Figueiredo em Oliveira de Azeméis para a longa viagem até ao Campo de Refugiados de Eleonas em Atenas.

Pelas estradas de Espanha - NeveCruzou estradas de Espanha com frio, nevoeiro e neve, sempre em boa companhia já que não faltam “Figueiredos” na rota. Entrou na França pelo sul, sem muito tempo para admirar a paisagem. Numa vida onde tantas vezes o trabalho dita que se troquem as noites pelos dias, e as refeições tantas vezes ficam esquecidas, por isso é uma felicidade acabar a jornada com um jantar ao final da tarde com um companheiro da casa.

Transportes Alvaro Figueiredo / Camiões

Sempre com horas contadas, o dia começa bem cedo na estrada, quando o sol desponta já o motorista conta com muitos quilómetros percorridos numa estrada repleta de solidão.

Pontes e Tuneis - Italia / Transportes Alvaro Figueiredo

Quando há cerca de quatrocentos anos o nosso conterrâneo Frei Pantaleão de Aveiro partiu em peregrinação à Terra Santa, em busca da sua própria identidade, estava longe de imaginar que os tortuosos caminhos que as suas pobres alpercatas palmilharam através dos temerosos Alpes podem agora ser atravessados por uma rede de estradas, pontes e tuneis, que nos levam tranquilamente à sempre eterna Itália.

Ferryboat / Transportes Alvaro Figueiredo

Seguindo por esta Europa sem fronteiras, e cada vez mais perto do destino, esta longa viagem navegou tranquilamente embalada pelas ondas do Mediterrâneo de península a península deixando a da “bota” e desembarcando no intemporal Peloponeso, dali até à capital Helénica resta uma “pequena” maratona.

Grécia / Transportes Alvaro Figueiredo

Foi uma viagem sem percalços, em contraste com a dos refugiados que fomos ajudar, gente fugida da guerra que deixou tudo para trás, e que sem condições caminhou enquanto terra havia, e depois se “atirou” ao mar em busca da paz.

Descarga do Camião Campo de Refugiados de Eleonas / Transportes Alvaro Figueiredo

Levamos no camião uma carrada de esperança, e quando lá chegamos descarregamos alegria, e distribuímos um pouco de felicidade.

A ajuda foi entregue, o sentimento de missão cumprida revela-nos que os nossos objetivos foram alcançados.


xiba-te
by Hellder Pinho, em 18.08.14 às 22:14link do post | favorito

As lições da historia deveriam servir para alguma coisa, mas não, (vá lá) pelo menos abrir os olhos e mostrar (por exemplo) aos governantes e seus séquitos as doenças de que vai padecendo o poder, mas não, apesar do imenso conhecimento de que dispomos dos erros das civilizações passadas, poderíamos ter sido ao longo do tempo mais perspicazes, mas não, vamos sucessivamente tropeçando (e caindo) nos mesmos erros, devíamos ter (pelo menos) um sentido critico (de responsabilidade) mais apurado, mas não, NÓS civilização (dita civilizada) adoptamos (sempre) a posição mais cómoda, diríamos (na forma politicamente correcta), mais diplomática, o que até seria verdade, mas não, deixamos sempre que cresçam por aqui e por acolá umas quantas democracias de idoneidade duvidosa, ou uns insuspeitos governos com interesses suspeitos, podíamos sempre tentar fazer qualquer coisita para os travar, mas não, (até porque) esbarramos sempre na eterna questão, sempre (in)comoda: dos vizinhos, das pedras e dos telhados de vidro... ah pois!, e as carradas de cinismos e todas as falsidades inventadas para encobrir os eternos interesses económicos.

 

No Jardim dos Monstros - Erik Larson

No Jardim Dos Monstros - Erik Larson


xiba-te
by Hellder Pinho, em 10.06.11 às 17:31link do post | favorito

Longe vão os tempos em que Camões exultou a nossa gloria, longe vão os tempos em que eram grandes os nossos feitos, «ora bolas!», afinal o que se passa, já não seremos nós uma pequena grande nação, um peito ilustre lusitano, que honra canta e rejubila da sua gloria, não teremos sido nós os grandes guerreiros que venceram os deuses do medo, e os preconizadores da grande fusão de sociedades, Deus criou o homem e o português criou a mulata (e fê-la bela). Então porque continuamos acabrunhados, a lamuriarmos constantemente a nossa sorte de não termos nascido ricos, de estarmos (agora) confinados a este canto da Europa (jardim para os outros se passearem), e de todos e mais alguns empecilhos que nos empoeiram o cérebro?

 

Ontem como hoje, hoje como amanhã, o que é preciso é erguer a cabeça, e seguir em frente, demonstrar o nosso valor e vencer, é certo que não temos tecnologia como no tempo de Camões para ir conquistar outros novos mundos alem-terra, nem tão pouco vendemos aviões ou comboios de alta velocidade, mas somos lideres na alta tecnologia que empina o rabo e transforma as flácidas peles das finas senhoras Europeias em firmes e esculturais pernas assim que assentam os seus pés em qualquer sapato de salto alto pensado, desenhado, e feito por mãos Lusitanas, e porque não dizê-lo somos cobiçados pela inteligência e constantemente assediados para trabalhar alem-terra, já não somos só reconhecidos como mão de obra forte e voluntariosa. Se também nos gabam e procuram pelas qualificações, capacidade científica e imaginação, então está hora de apostarmos nós na nossa Lusitânia.

 

Crónica de 10 de Junho, dia de Portugal, Camões, e das Comunidades

 

Crónica de 10 de Junho, dia de Portugal, Camões, e das Comunidades



xiba-te
by Hellder Pinho, em 12.02.11 às 23:43link do post | favorito

"O destino dos homens é a liberdade."

Vinícius de Moraes

 

Ao 18º dia o faraó caiu


xiba-te
by Hellder Pinho, em 01.02.11 às 22:15link do post | favorito

"A liberdade, quando começa a criar raízes,

é uma planta de crescimento rápido."

George Washington

 

 


Manifestantes se reúnem na Praça Tahrir, no Cairo


xiba-te
by Hellder Pinho, em 25.11.10 às 21:51link do post | favorito

Continua por traduzir a mensagem que o Presidente Chinês deixou para o Primeiro-ministro José Sócrates,... fica aqui em «primeira mão»:

 

se o povo tiver fome, “não lhe dês peixe, ensina-o a pescar.”

Provérbio Chinês

do comunismo para o socialismo


xiba-te
by Hellder Pinho, em 20.11.10 às 23:23link do post | favorito

Decorreu ontem e hoje em Lisboa uma cimeira da Nato, e algumas outras entre amigos e (antigos) inimigos. Com o parque das nações transformado na sala de reuniões do “império”, durante algumas horas, alguns líderes mundiais (e outros senhores da guerra) estiveram reunidos e concordaram que a paz é bem-vinda, mas é preciso continuar a guerra, para já no Afeganistão (e por decreto) pelo menos até 2014… a industria (militar) luta contra a crise e assim o obriga.

(Não) é hipocrisia mas todos ficaram… satisfeitos.

Cimeira da Nato em Lisboa

Se eu podia ter escrito isto antes da cimeira?

Podia, mas (não) era a mesma coisa.



xiba-te
by Hellder Pinho, em 15.11.10 às 21:41link do post | favorito

Na próxima sexta-feira inicia-se em Lisboa uma cimeira da NATO destinada a discutir... bom.. não sei bem o quê, mas calculo que grande parte dos alfacinhas bafejados por mais um "feriado" por decreto também não!

No meio da profunda crise este governo concede tolerância de ponto na "cidade dos ministérios", não há lá mesmo o que fazer?!...

 

 

 

 


xiba-te
by Hellder Pinho, em 14.07.10 às 19:45link do post | favorito

Recbido por mail:

 

Los expertos vaticinan un incremento del Producto Interior Bruto del 1% por el triunfo de la selección española de fútbol en el mundial de Sudáfrica. Se basan en el ejemplo de Italia cuando ganó en el 2006. Confiemos en los optimistas.

 

haber ganado el Mundial será bueno para la economía de España


xiba-te
by Hellder Pinho, em 08.07.10 às 22:00link do post | favorito

Não se trata de uma aposta gratuita ou de uma mera opção futebolística, a Espanha chegou á final do Campeonato do Mundo de Futebol e agora, também para Portugal, o melhor é que ganhe.

«Ora essa porquê?» Este acontecimento fenomenal pode gerar na população espanhola um efeito de confiança acrescida, que habitualmente se traduz em aumento do consumo, e o consequente estímulo da economia. Como a economia Tuga anda muito por arrasto da Espanhola esta situação poderá ser benéfica para nós.

Miudas Espanholas, mundial de futebol
Hala España, arriba La Furia!!


xiba-te
by Hellder Pinho, em 30.05.10 às 16:38link do post | favorito

 

Diz-me com quem andas dir-te-ei quem és.

José Socrates e Hugo Chaves

Sócrates “passou” pela Venezuela e firmou "uns acordos" com o "amigo" (ditador) Hugo Chaves, ou melhor, foi lá lembrar-lhe que está na hora de pagar…


xiba-te
by Hellder Pinho, em 14.04.10 às 19:56link do post | favorito

 

 

 

Procuremos acender uma vela em vez de amaldiçoar a escuridão.

Provérbio chinês


xiba-te
by Hellder Pinho, em 06.04.10 às 21:39link do post | favorito
Chuvas no Rio de Janeiro

«Homens e mulheres pediam-lhe com uma fé que muitos tinham recuperado devido á estranha meteorologia que por Deus e por todos os santos parasse de chover. A chuva nem sequer respeitava a casa do Senhor, que também se inundava de água que, em vez de bendita era maldita, e todos rezavam a faça-se a Vossa vontade assim na Terra como no Céu, e repetiam com ênfase assim na terra como no CÉU.»

 

Este relato de uma chuva dilúviosa que Cuca Canals faz no livro «Berta a Grande (Berata la Larga)» bem podia ser um qualquer relato mais enfático da calamidade que abala actualmente o Rio de Janeiro, que está literalmente a alagado por água da chuva.

«Homens e mulheres pediam-lhe com uma fé que muitos tinham recuperado devido á estranha meteorologia que por Deus e por todos os santos parasse de chover. A chuva nem sequer respeitava a casa do Senhor, que também se inundava de água que, em vez de bendita era maldita, e todos rezavam a faça-se a Vossa vontade assim na Terra como no Céu, e repetiam com ênfase assim na terra como no CÉU.»

 

Este relato de uma chuva dilúviosa que Cuca Canals faz no livro «Berta a Grande (Berata la Larga)» bem podia ser um qualquer relato mais enfático da calamidade que abala actualmente o Rio de Janeiro, que está literalmente a alagado em água da chuva.


xiba-te
by Hellder Pinho, em 08.02.10 às 21:14link do post | favorito

 

 


xiba-te
by Hellder Pinho, em 29.01.10 às 20:34link do post | favorito

Campo de refugiados no Haiti construído por Portugueses tem rotunda, Multibanco, Rei dos Frangos, fontanário e Casa do Benfica

in Publico.pt


xiba-te
by Hellder Pinho, em 16.01.10 às 00:53link do post | favorito

"As adversidades

não tornam os homens

nem melhores nem piores.

 

Sismo Haiti

 

 

Apenas revelam-nos como são."

 


xiba-te
by Hellder Pinho, em 22.10.09 às 20:03link do post | favorito

Os preparativos para as Olimpíadas continuam

                  na cidade maravilhosa

Policia e narcotraficantes envolvem-se em confrontos

                                                                                e praticam tiro

pouco Olímpico.


xiba-te
by Hellder Pinho, em 03.10.09 às 03:33link do post | favorito

As críticas de falta de infra-estruturas no Rio de Janeiro para a realização dos Jogos Olímpicos de 2016, já foram refutadas pelas diversas organizações criminosas que controlam o Rio. Uma das maiores cadeias de prostíbulos garante que vão estar totalmente prontos (como sempre) para receber de pernas abertas os visitantes.

Rio 2016

 


xiba-te
by Hellder Pinho, em 11.09.09 às 13:50link do post | favorito

…a notícia da TSF deixou-me confuso seria um avião, uma avioneta ou um helicóptero que embateu nas Torres Gémeas de Nova York?!

 

As horas seguintes não me deixaram qualquer dúvida, fora um ataque terrorista. Um acto reprovável que matou milhares de inocentes.

 

Pelos que pereceram e para os que ficaram e perderam os seus mais chegados…

 

 

 

 

 


xiba-te
by Hellder Pinho, em 12.07.09 às 11:38link do post | favorito

O Imperador do Grande Satã puxou pelos galões e revelou-se dizendo:

Yes! YOU can.

 

Claro que conseguem…, mandar fazer é sempre a parte mais fácil, difícil difícil é ajudar promover a paz colocar o dedo na ferida, etc..

 

Se em vez de falar com gana no Gana se o Imperador se fosse gabar no Gabão  ou dizer isso para a Somália...!


teias de aranha
Shelfari: Book reviews on your book blog
pesquisar
 
blogs SAPO